A hospitalidade e bem estar são tendência no design de interiores!


A intenção é celebrar a casa que pulsa! Esta é a minha percepção a cerca da humanização dos espaços internos residenciais e comerciais. E os clientes? Ahh o que eles esperam de nós, designers de interiores, é que tenhamos o perfil de criação “camaleônica”, ou seja, adaptável as novas formas de interação doméstica e social, e que promova experiências!

Especificamente neste post, vou abordar um pouco a cerca da rede hoteleira onde o trabalho se concentra, além dos serviços, desde a paleta de cores perpassando na especificação de móveis e revestimentos até a iluminação e o objetivo é criar um resgate da vitalidade dos hóspedes, descanso uma vez que a meta é a fidelização deste cliente, e nada mais oportuno que ressaltar o design como pilar importante no quesito de tornar o espaço com plástica, estética, ergonomia e claro, com conforto ambiental adequado!
A rede suíça de hotéis e resorts Swissôtel projetou o quarto da vitalidade onde trabalharam o envelopamento do espaço ( piso, teto e parede)priorizando o minimalismo e a iluminação incrivelmente programável e circadiana, oferecendo a liberação de melatonina para o cérebro.

Comentários